a história

empresa

1980

ano 1980 No início dos anos 80, Alfonso Petrosino, fundador do grupo e já construtor, adquire a participação majoritária da SKY EDILAGRO, empresa que se ocupa ainda hoje da distribuição de equipamentos para construção às empresas de construção em Campania.

1991

ano 1991 Em 1991 nasce a CON.DOR, empresa de produção de andaimes, que investe em instalações frutos da excelência tecnológica e em recursos humanos envolvendo uma equipe que possui muitos anos de experiência no setor. Com uma rápida sucessão de eventos, forma-se uma rede de vendas compacta e motivada que visa os distribuidores do setor e atinge, nos primeiros seis meses de atividade, os seus primeiros cinco bilhões de liras.
Começa a procurar o dimensionamento ideal, que consente desfrutar ao máximo a economia crescente no processo de produção e venda. Neste ponto, a pesquisa de novos espaços de produção torna-se estratégica.

1997

ano 1997 A produção de 1997 muda-se para Conza della Campania, na província de Avellino, onde atualmente as produções estão localizadas em duas fábricas de 35.000 metros quadrados.
São anos mágicos onde toda a empresa envolve-se em um processo de crescimento que atinge o ápice na delicada passagem de dez a trinta bilhões de liras em vendas no ano. Esta jovem empresa começa a cultivar a cultura da continuidade, dando valor à comunicação e ao respeito pelas funções.

1998

ano 1998 A ênfase no futuro se relaciona acima de tudo com a entrada em novos mercados e as variáveis de controle estão focalizadas na confiabilidade de novas produções, além daquelas existentes que continuam a dar garantia em termos de rentabilidade operacional e desenvolvimento futuro. A constante troca de opiniões com empreendedores do setor leva ao conhecimento da possibilidade de aquisição da filial de uma empresa de produção de pequenas máquinas para obras. A CONDOR aproveita a oportunidade, e assim, com um renovado entusiasmo, nasce a marca OBIM que, a partir de setembro de 2004, expandiu a gama de produtos com as caixas para obras e monoblocos pré-fabricados.

2000

ano 2000 Os investimentos na virada da segunda metade dos anos noventa e o início do ano 2000 no setor da construção têm incentivado a expansão das produções por parte do grande mercado e, portanto, torna a oferta do produto mais ampla em relação ao passado. Há então a necessidade de uma maior distribuição. É deste pressuposto que nasce a necessidade de encontrar um espaço produtivo no Noroeste.
Neste contexto, nasce a oportunidade de aquisição da única empresa produtora de andaimes no Piemonte, cuja marca é EDILCOMEC, operação possível devido a falta de mudança geracional. Esta marca, apesar de estar presente há trinta anos e ser quase desconhecida fora da região, apoiada com a marca CONDOR, evidencia uma estratégia vencedora. As duas equipes começam logo a trabalhar com uma relação sinergética, quase simbiótica e com estímulo recíproco. Configura-se a primeira faixa do Grupo.

2004

ano 2004 O sucesso da operação EDILCOMEC estimula a atenção do mercado em operações similares. Em dezembro de 2004, concretiza-se a aquisição de todas as ações da REDAELLI, empresa da Lecco conhecida no mercado nacional pela atividade de impressão, além da produção de andaimes, e no mercado norte europeu para a produção de escoras. Tudo com uma grande paixão pela qualidade.

ano 2004 A aquisição da REDAELLI, que adiciona àquela da OBIM e da EDILCOMEC, envolve uma tonelada de tubos movimentados por ano iguais a cerca de 30.000 toneladas. É identificada, portanto, a exigência de verticalizar a produção que hoje hospeda uma fábrica de 10.000 metros quadrados em Nocera Inferiore, na província de Salerno, onde são utilizadas instalações com tecnologia elevada para a produção de tubos: tal processo fecha a fila de produção à montante do processo.

ano 2004 É transferida a sede do GRUPPO CONDOR para Nocera que, com os seus 80 milhões de euros de faturação, 230 funcionários em sete unidades, posiciona-se entre as primeiras três empresas do setor. A consequência do agrupamento teve objetivo de atingir notáveis economias, abatimento dos custos devido ao agrupamento das funções administrativas, unificação da linguagem em informática e funções de controle mais eficazes.

2005

ano 2005 O próximo objetivo é aumentar a visibilidade da marca do grupo, que é apoiado com um plano trienal de investimento em publicidades, convênios e atividades de relação com o exterior, que foi confiada a um novo cargo interno. A confirmação dos excelentes resultados econômicos até hoje obtidos permitiram investimentos no setor da pesquisa e desenvolvimento, que já trouxeram os primeiros resultados na identificação de nove novos setores de referência.

ano 2005 O GRUPPO CONDOR torna-se fornecedor de palcos e tribunas modulares, visando os interessantes setores de esporte e eventos e no aluguel de andaimes e equipamentos para construção com o segmento da CONDOR EVENTS.

2006

ano 2006 Em 2006 é iniciado o processo de internacionalização com a abertura da filial francesa CONDOR FRANCE.

2007

ano 2007 É o ano do lançamento das cofragens. O Grupo amplia ainda mais a gama de produtos com a introdução dos sistemas de cofragem, que a poucos meses da introdução no mercado, tem uma grande valorização dos clientes.

2008

ano 2008 O ano de 2008 marca o maior crescimento da CONDOR internacionalmente.

2010

ano 2010 Inaugurado no final de 2009 em Belgrado, o centro de distribuição da marca CONDOR EAST atinge o pleno funcionamento durante 2010, consolidando a presença da CONDOR na antiga Iuguslávia e apresentando-se como uma alternativa viável para os produtos já presentes no mercado dos Balcãs.

 
 

Empresa